E os jogos se aproximam…


A necessidade do esporte para o ser humano é evidente. Não podemos descartar a sua importância tanto para um bem estar físico como também mental. Devemos apenas analisar os tipos de esporte. Existem esportes de caráter bruto e perigoso. Segundo R. N. Champlin: existe algo de muito estranho no prazer daqueles que gostam de ver dois homens fortes infligindo danos físicos um sobre o outro.

Estamos nos aproximando dos Jogos FeUMP 2013, no calor da emoção podemos por vezes perder as estribeiras, insultar nosso irmão e nos ferir não só fisicamente, mas também emocionalmente e espiritualmente. Certa vez ouvi: uma faca ou uma tesoura, por exemplo, podem arrancar um dedo, furar  uma perna, mas as palavras tem o poder de rasgar a alma! Portanto tomemos cuidado primeiramente com o que proferimos ao nosso irmão!

  •  É importantíssimo que tenhamos na prática do esporte domínio próprio e disciplina.

Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível” (1Co 9:25)

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.” (Gl 5:22-23).

  • Devemos exercitar o auto domínio e nos disciplinarmos desde já, pois no esporte existem regras e nós devemos seguir as normas.

“Igualmente, o atleta não é coroado se não lutar segundo as normas.” (2Tm 2:5)

 

  • Outro aspecto que devemos considerar, é que a prática do esporte deve estar provida de liberdade, ou seja, nem o praticante, nem o espectador, podem ser escravizados pelo esporte. Assim como quaisquer outros aspectos de nossas vidas, não podem nos escravizar a ponto de tirar a nossa atenção das outras coisas, principalmente das espirituais.

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.” (1Co 6:12)

 

  • Enfim, fomos resgatados para fazer a diferença. Em um mundo com tanta violência, devemos nos mostrar pacíficos, devemos ser exemplo. Também não podemos nos esquecer que o nosso propósito e fim é glorificar a Deus e nos alegrar nele para sempre. Portanto, até mesmo ao praticar esportes, precisamos glorificar a Deus.

“Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.” “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” (1 Co 6:20 e 1 Co 10:31)

 

Que Deus muito te abençoe.

Lucas Ariel
Secretaria de Espiritualidade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s